sexta-feira, 23 de maio de 2014

Bardana - Plantas que ajudam.


BARDANA


Nome Científico: Arctium lappa L.

     A bardana (Arctium lappa) é uma planta originária da Eurásia e difundida na América. Prolifera em baldios, bermas de caminhos, e próxima de zonas habitadas.
A fama da bardana vem de muito tempo: os gregos a utilizavam como medicamento, e na Idade Média era incluída em várias formulações destinadas à cura. Algumas referências sugerem que o seu nome científico Arctium lappa deriva do grego "arctos" (urso) e "lambanô" (eu tomo), em alusão ao aspecto peludo que apresenta.
     Valorizada como medicinal desde a Antigüidade, a bardana nunca teve essa fama contestada. Todas as partes da planta eram usadas de alguma forma como medicamento: as folhas, por exemplo, eram bem amassadas e aplicadas em cataplasmas para tratar inúmeras doenças de pele, em razão de sua ação bactericida. O uso atualmente tem respaldo científico: estudos comprovam as suas propriedades antisépticas. Também foram bem difundidos seus poderes contra picadas de insetos e aranhas por sua propriedade de acalmar a dor (ação anestésica) e evitar a tumefação do local (ação anti-inflamatória).
  Propriedades terapêuticas Depurativa, diurética (eficaz eliminador do ácido úrico), colerética, laxativa, diaforética, anti-séptica, estomáquica, antidiabética, atua nos casos de insuficiência hepática, dermatoses, antibiótico externo principalmente para bactérias gram-positivas.
   Princípios ativos Óleo essencial até 0,2%, polifenóis, inulina 40 a 50%, mucilagens, lapatina, taninos, sais minerais, princípio antibiótico, ácido clorogênico, vitaminas do grupo B e A, fuquinona, glicosídeos, resina, cálcio, potássio, magnésio, princípio amargo
   O decocto de suas raízes é eficaz, como purificador do sangue, em doenças reumáticas, afecções reumáticas, afecções renais e distúrbios digestivos. Externamente, prepara-se com elas uma pomada para eczema e uma loção para evitar a queda de cabelo.
   Um cataplasma das folhas frescas alivia as dores provocadas por picadas de insetos, torções e hemorróidas, e a sua infusão serve para limpar feridas e inflamações cutâneas.
   O extrato das sementes e também suas infusões ou decocções são especialmente indicados para a cura de enfermidades crônicas da pele.
   As folhas esmagadas e aplicadas diretamente sobre a epiderme tem uma ação bactericida e anti-micótica que a torna um remédio eficaz contra inúmeras doenças de pele, como dermatoses úmidas e purulentas, acnes, eczemas, pruridos, tinha, seborréia da face ou do couro cabeludo e herpes simples.
   O óleo de bardana é considerado um estimulante capilar.
   Na medicina chinesa empregam-se as sementes para aliviar os males do “ar e do calor”.
   Dosagens indicadas
  Depurativo (furunculose), diurético (eliminador de ácido úrico), colerético (aumenta o fluxo biliar), laxativo.
 Coloque 1 colher (sopa) de raiz fatiada em 1 xícara (chá) de água em fervura. Deixe ferver por 5 minutos. Mantenha em maceração por 10 minutos e coe. Coma a raiz cozida e tome 1 xícara (chá) 3 vezes ao dia, fora das principais refeições.

Depurativo 2 (infusão). Em um recipiente misturar as seguintes ervas previamente picadas:
60g de raiz de bardana
 25g de raiz de alcaçuz
 50 g de dente de leão
 40g de gramínea (Agropyrum repens)
 20g de chicória
 Verter uma colher desta mistura em uma xícara de água fervente. Beber pela manhã em jejum sem adoçar.

Dermatoses úmidas e purulentas, acne, eczema, pruridos, seborréia da face ou do couro cabeludo.
 Coloque 2 colheres (sopa) de folhas frescas fatiadas em 1 xícara (chá) de água em fervura. Deixe ferver por 5 minutos. Coe e acrescente 1 colher (chá) de mel e 3 gotas de própolis. Faça aplicações no local afetado, na forma de compressas, 2 vezes ao dia.

Furunculose.
 Coloque 6 colheres (sopa) de raiz fatiada em 1 garrafa de vinho branco. Deixe em maceração por 8 dias e coe. Tome 1 cálice antes das principais refeições.

Juntamente com a cura depurativa, pode-se seguir uma cura externa. Em uma xícara de água ferver uma colherada de raiz de bardana triturada. Quando a água tiver evaporada, estender o cataplasma sobre a região afetada. Obtém-se alívio imediato à dor e desaparece também a inflamação.
Depurativo, diurético, antidiabética.
 Coloque 2 colheres (sopa) de raiz picada em 1 xícara (chá) de álcool de cereais a 70%. Deixe em maceração por 10 dias e coe. Tome de 10 a 15 gotas ou 1 colher (café), diluído em um pouco de água, de 2 a 3 vezes ao dia, antes das principais refeições.

Diurético 2 (infusão).
 Colocar em três xícaras de água fervente, 30g de raízes de bardana, deixando em infusão por 30 minutos. Coar o líquido e bebê-lo em duas vezes durante o dia.

Insuficiências hepáticas (vesícula inflamada, cálculo biliar, hepatite viral e cirrose).
 Coloque 1 colher (sobremesa) de raiz fatiada e 1 colher (sobremesa) de folha de alcachofra fatiada em 1 xícara (chá) de água em fervura. Deixe ferver por 5 minutos, espere amornar e coe. Tome 1 xícara (chá), 3 vezes ao dia, sendo uma de manhã, em jejum, e as demais meia hora antes das principais refeições.

Úlceras e chagas (cataplasma 1).
 Aplicar sobre o local afetado um cataplasma feito com uma folha fresca de bardana esmagada, depois de lavada e enxuta.

Cataplasma 2: as folhas depois de picadas e passadas na clara de ovo servem como um cataplasma que acelera a cura e cicatrização.
Queda de cabelos.
 Contra a queda dos cabelos é muito eficaz a decocção obtida com 10g de raiz de bardana cortada em pedaços bem pequenos, cozidas em pouca água. Quando a raiz estiver suficientemente amolecida, deve ser esmagada para ser reduzida a uma papinha, com a qual se fricciona o couro cabeludo 1 vez ao dia.

Hemorróidas (cataplasma).
 Cozinhar em uma panelinha um punhado de folhas frescas lavadas e enxutas, com pouco de leite. Quando o leite estiver totalmente evaporado, colocar as folhas cozidas em uma gaze limpa e aplicar o cataplasma sobre a região afetada.

Artrite (cataplasma).
 Contra as dores agudas das articulações atingidas pela artrite, obtém-se alívio através dos cataplasmas feitos com folhas frescas, esmagadas, aplicadas sobre a região afetada com uma gaze.

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Armazenamento extendido.


    Olá pessoal, em um post passado eu falei sobre o armazenamento básico de alimentos, aqueles alimentos para suprir nossas necessidades básicas e nos manter vivos.
     Agora, depois do armazenamento básico estar formado é hora de ampliar nossas preparações.
Itens que deverão ser acrescentados primeiramente são aqueles que não nos lembramos imediatamente de guardar, como combustível, (como você pretende cozinhar?), açúcar, óleo, leite em pó, temperos variados, (o prático é armazenar temperos prontos como caldos em tabletes e potinhos de tempero pronto em pó que chamamos pela marca "Arisco"). Avalie seu consumo e estoque de acordo com suas preparações, lembrando que devemos armazenar aquilo que consumimos.
     Enlatados como, milho, ervilhas, e outros vegetais em conserva (tomate, repolho, pepino, couve flor, palmito)ajudarão a complementar nossa alimentação, porém se você tiver um espaço a melhor opção é plantar esse tipo de alimento. 
     O leite condensado é muito útil, pois você pode reconstituí-lo, ou seja diluir uma lata de leite condensado em 2,5 litros de água e terá leite adoçado para consumir.
Por fim acrescente em suas preparações papel higiênico, produtos de limpeza, velas, pilhas, fósforos, isqueiros para acender seu combustível e também para a iluminação.

Como fazer suas lâminas de barbear durar mais tempo.


Você já pensou em utilizar sua lâmina de barbear por vários meses? Essa dica além de ser útil para aumentar a vida útil das lâminas em um cenário de crise, poderá fazer a gente economizar um bom dinheiro.
Esse método pode ser utilizado tanto nos modernos barbeadores "mach 3 turbo", como no mais singelo "Bic".
É simples utilizando uma perna de calça jeans, pode ser nova ou velha, ou até mesmo um pedaço do tecido você passará a lâmina cerca de 15 vezes de cima baixo e outras 15 vezes de baixo para cima, já vou explicar. O objetivo é afiar a lâmina no tecido, você não deve tentar "barbear" a calça você vai empurrar a lâmina, para que ela deslize sobre o tecido, não precisa de muita, mas é necessário um pouco de pressão. Como as fibras do tecido jeans é na diagonal, a lâmina deve ser passada nos dois sentidos para melhor afiação.Vou testar este método, quem utilizou este método de afiação, me disse que utilizou a mesma lâmina por seis meses. embora o método ensine a conservação da afiação, acredito que também possa ser utilizado para afiar uma lâmina já sem corte, é claro que vai exigir mais passadas.

quarta-feira, 7 de maio de 2014

Armazenamento Básico

     Já falei anteriormente sobre o armazenamento de água e agora, neste “post” vou falar sobre o armazenamento básico de alimentos.



     Definição:
   Vamos dar atenção aos alimentos básicos que você e sua família irá consumir em um determinado período.

     O que armazenar?
     A resposta que mais uso para esta pergunta é simples você deve armazenar o que você come.

     No armazenamento básico incluo três itens:
     Arroz, massa ou outros itens que dão energia, carboidratos
     Feijão
     Carne

     Como fazer?
     Você deve mensurar o que você e sua família consome em um determinado período, para exemplificar se sua família consome uma xícara de arroz cru por dia (125g), você fará uma conta simples, armazenamento para seis meses,  125g x 180 dias = 22500g ou seja, 22,5 kg., então com 22,5 kg de arroz você já terá o primeiro item básico para seis meses.

     Segundo item básico, o feijão, da mesma forma, a partir de seu consumo diário veja  a quantidade necessária em seu armazenamento e armazene a quantidade para seis meses.
Um item que utilizo em meu armazenamento é o feijão pronto, encontrado nos mercados, em caixinhas longa vida, isso facilita muito o preparo e economiza combustível que seria gasto com o cozimento do feijão.  Uma caixinha por pessoa por dia.

     Terceiro item básico: Carne.
Este é um item em que se pode encontrar mais variedades, por exemplo temos vários enlatados, carnes, atum, feijoada, salsicha, fiambre, e outros que é de fácil armazenamento e de longa duração. A conta a ser feita é também simples uma lata por dia por pessoa ou também, você queira utilizar sardinhas em lata nesse caso duas latas por pessoa por dia. O ideal seria diversificar o máximo o seu armazenamento de carnes para que você tenha um cardápio variado durante o período. Também poderá ser utilizando embutidos, como salame, copa, também carne seca.

     Estes são os itens básicos de devem ter em seu armazenamento básico,  aconselho a quem estiver iniciando seu armazenamento a começar por estes itens, pois é muito ficar muito mais fácil iniciar seu armazenamento desta forma simples armazenando primeiro o arroz, o feijão, e em seguida a carne.

     Pensei neste método, adaptando o armazenamento a realidade brasileira onde nosso consuma básico é arroz e feijão, logicamente que ele pode ser adaptado a realidade de casa pessoa, de essa quantidade de arroz pode ser combinada com massa, tipo macarrão, fubá, farinhas, tu.do de acordo com sua realidade, o feijão, combinado ou substituído por grão de bico, lentilha, ou outros grãos de acordo com sua região ou realidade.

     A Carne pode ser combinada ou substituída por outras formas de proteína, principalmente para vegetarianosque não consomem carne. Lembre-se de armazenar itens que você consome pois o longo do tempo de validade do produtor você os consumira e irá substituindo por produtos novos, assim seu armazenamento está sempre com alimentos que durarão por anos.

       Nas próximas postagens falarei sobre o armazenamento ampliado de alimentos.

    Fique a vontade para postar duvidas e também sugestões que tiverem sobre os itens básicos de armazenamento.